Seja Bem Vindo(a)

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

COMO DESENVOLVER A CAPACIDADE DE APRENDER

Este trabalho tem como objetivo salientar a existência de vários fatores envolvidos no desenvolvimento da capacidade de aprender.
Segundo a aula do dia 03/10/08 é necessário formar uma equipe, ter organização, preocupação com os aspectos físicos e a realidade institucional.
Este tema foi elaborado e desenvolvido baseado no princípio de que possuímos a capacidade de aprender, mas precisamos de estímulo.

Resumo do artigo como desenvolver a capacidade de aprender, de Vicente Martins.
É preciso que a escola desenvolva, no aluno, o querer aprender. Só desenvolvemos a capacidade de aprender quando aprendemos a pensar com métodos e técnicas de estudo. A construção de um currículo escolar bem estruturado é fundamental para que o aluno desenvolva sua compreensão do ambiente social, político, tecnológico, artístico e dos valores morais.
O professor deve dar oportunidade para o aluno exercitar a memória e o pensamento autônomo. E sua maior dificuldade está nos cursos de formação dos professores que se concentram muito nos conteúdos que vêm de ciências duras, mas se descuidam das competências e habilidades que este deve ter.
Os docentes enfrentam dificuldades por desconhecer os processos para que o aluno desenvolva e processe as informações ensinadas.
A leitura, a escrita e a matemática são as estratégias para o desenvolvimento da capacidade de aprender. Sendo que a compreensão leitora tem seu lugar de destaque por exigir a concentração na seleção de informações.
A cópia e o ditado são procedimentos válidos desde que tenha uma fundamentação pedagógica que valorize a escrita criativa do aluno.
Não aceitar a variação lingüística de origem popular é exemplo de que a escola é conservadora.
Tivemos vários tipos de pedagogia. Umas cuidam plenamente de um aspecto do aprendizado como o conhecimento, mas se descuidam completamente da capacidade, interesse e necessidade do aluno.
O desafio é o equilíbrio de ensino-aprendizagem: mediação, avaliação e qualidade educacional.
O importante é o docente ter conhecimento dessas pedagogias e possam criar as possibilidades para o aluno aprender a aprender.
O poder público convoca a família para matricular obrigatoriamente o seu filho em idade escolar, no ensino fundamental, a zelar pela freqüência e pela aprendizagem.
O professor deve ser um mediador na aquisição e desenvolvimento da aprendizagem. Sua tarefa é buscar, orientar e indicar sites confiáveis. Mas infelizmente, devido a limitação de muitos professores a tecnologia, é levada para a sala de aula informações desatualizadas e desnecessárias.

O curso de Pedagogia é baseado numa proposta de integração.
Segundo a apostila, o trabalho docente no espaço educativo, os indivíduos nascem com a capacidade de aprender, mas para desenvolvê-la é necessário estímulo. E é através da linguagem que os conhecimentos são passados. A comunicação faz parte da vida do ser humano.
É na escola que o indivíduo vai evoluir e por isso este espaço deve ser atraente e manter uma abertura que permita a troca de experiências.
Conforme a aula do dia 03/10/08 trabalhar com o ser humano é um quebra-cabeça e o currículo serve para criar um vínculo com a realidade do aluno através da observação dos seus anseios, medos, etc.
É a postura do professor, inspirando confiança, que dá ritmo, valor e respeito ao aprendizado.
O professor deve levar em conta o que vem da família porque, por exemplo, se falar em tecnologia no mundo rural não vai ter sentido.
É preciso ter consciência de que não está lidando com tijolos e sim com seres humanos que possuem diferenças e sentimentos.
De acordo com o texto como desenvolver a capacidade de aprender, de Vicente Martins, o professor deve ser um mediador, fornecer possibilidades para que o aluno adquira e desenvolva o conhecimento com autonomia.
É preciso técnicas e métodos de estudo para aprender a pensar e desenvolver a capacidade de aprender. Sendo assim mais uma vez vem a preocupação com a formação do professor.
Existiram vários tipos de pedagogia e é importante que o docente tenha conhecimento a respeito para saber como ensinar o discente, se preocupando com a capacidade e as necessidades do mesmo, como aprender a aprender.
Deve haver um equilíbrio de ensino-aprendizagem onde para ensinar o professor tenha consciência da importância de construir o conhecimento com o aluno e para aprender é necessário pesquisar e refletir.
Concluímos que o professor precisa ter um vínculo com o aluno através da observação, postura, conhecimento de métodos e técnicas para saber os meios que serão utilizados para ao invés de causar um desinteresse do aluno provoque sua vontade de aprender.

Através da leitura do texto: como desenvolver a capacidade de aprender, de Vicente Martins ficamos cientes de que existem muitos fatores responsáveis pelo querer aprender.
A observação do aluno, a postura do professor e o conhecimento de métodos e técnicas fazem parte de algumas noções que tivemos do que envolve o equilíbrio do ensino-aprendizagem.
Concluímos que a questão do vínculo entre aluno e professor é muito importante, porque é conhecendo a realidade do aluno que começamos a elaborar um currículo onde saberemos o trajeto a seguir para desenvolver o seu aprendizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário